Escolha uma Página

Mais comum do que se imagina, a hérnia de disco pode ser agravada com algumas atividades do cotidiano. Movimentos como varrer a casa, arrumar armário, lavar louça, pegar algum objeto em prateleiras mais altas, todas essas pequenas atividades podem contribuir para o aparecimento ou agravamento da dor causada pela compressão dos discos. Como se cuidar?

<  Antes dos 30

Para quem acha que o problema só aparece nos “enta” fique atento porque essa dor pode começar bem antes, principalmente se a genética favorece. “Há casos em que antes dos trinta, a dor já começa a apontar. Portanto, é importante já nessa fase fazer exames para detectar a possibilidade. Como muitas alterações, se o médico visualiza logo no início, pode evitar que o problema se agrave. Tanto o sedentarismo, quanto a prática de determinadas atividades são riscos e a orientação é fundamental. Traumas diretos e de repetição são fatores de possível agravamento”, explica Dr. Adriano Scaff.

< Muito tempo sentado

Quem trabalha dirigindo, comprovadamente, tem mais tendência a problemas de coluna. Ficar sentado muito tempo pode ter impacto. Quando estamos sentados, os músculos estão relaxados e os discos comprimidos e sobrecarregados, o resultado pode ser dor. Por isso, nada de sedentarismo.

< Exercício sim. Descanso total é mito.

A coluna é sustentada pela musculatura, logo, essa precisa estar forte e bem trabalhada, o que derruba o mito de que quem tem hérnia não pode fazer exercício. Deve. Mas orientado e sem ultrapassar os limites. Overtraining potencializa riscos,”resume o neurocirurgião – que cuida de problemas de coluna, a partir da relação da dor com o cérebro. Corridas longas, agachamento com peso, exercícios de impacto como o jogo de tênis e posições como as da Ioga, só pratique moderadamente e – quando sentir dor – pare. Prefira atividades com menor impacto.

< Piores movimentos

Os piores movimentos para a coluna são as de inclinar e girar o tronco – movimento de torção e flexão. A coluna não foi feita para eles.

Outras atividades arriscadas são as que levantam, carregam, empurram peso ou abaixam e levantam constantemente. Scaff conta que “ Muitas vezes a gente se pega com dor depois de carregar as sacolas de supermercado porque a gente não percebe que essa é uma atividade para o corpo. Então, se preparar para ela, colocando a coluna no lugar e prestando atenção durante o trajeto até a despensa ou geladeira, é fundamental.”

 

 

 

 

 

< Dor Crônica

A dor passa a ser crônica após os três meses. E, geralmente, com dor, a pessoa não se exercita e a musculatura atrofia, vai ficando flácida. Nada de culpa. Esse comportamento de se poupar é explicável: “Existe um estímulo do sistema nervoso para que haja uma proteção na coluna. Veja no tema abaixo: